A importância de se contar fábulas para as crianças

Imagem: Pinterest

Imagem: Pinterest

 

Fantasia e diversão, aventura e emoção, bichos com jeito de gente, um problema para resolver, uma moral e a certeza de que o bem vence o mal no final. Estes são os principais ingredientes de uma fábula – histórias mágicas que preenchem o imaginário dos pequenos enquanto lhes ensinam lições que os acompanham pela vida fora. Você sabe qual a importância de se contar fábulas para as crianças?

Você certamente ainda se lembra da história da formiga e da cigarra, da tartaruga e da lebre, do corvo e do pavão, não é mesmo? Com origem no Oriente, celebrizadas por Esopo na Grécia Antiga e reescritas até aos dias de hoje, as fábulas mostram que a justiça prevalece sempre. Passadas de geração em geração, essas narrativas atemporais são uma peça importante no puzzle de desenvolvimento dos pequenos. Saiba porquê!

1. Cultivam o gosto pela leitura

A hora da história infantil é importantíssima na rotina de uma criança. A contação de histórias regular solta a imaginação desde tenra idade, estreita o vínculo entre pais e filhos, amplia o dicionário visual e verbal dos pequenos e ainda influencia positivamente a forma como eles vão encarar a leitura mais tarde.

2. Desenvolvem a análise crítica

A moral da história é uma porta que se abre para a conversa e troca de ideias entre pais e filhos. Nem sempre é preciso contar o final da história para que as crianças percebam exatamente o que está em jogo e qual é o caminho certo. Daí que as fábulas também sejam uma ótima forma de elas desenvolverem a interpretação de situações e a análise crítica.

3. Ensinam valores universais

As fábulas e as histórias infantis podem ter cenários mágicos e animais falantes, mas são inspiradas no mundo real e transmitem ensinamentos valiosos. Além de falar, agir, pensar, possuir qualidades e defeitos, cada animal representa uma característica humana. A raposa simboliza astúcia, a tartaruga a perseverança, a formiga o trabalho. A fábula da cigarra e a formiguinha, por exemplo, ensina a importância de planear e do trabalho– ideal para crianças que não querem fazer as lições de casa ou arrumar o quarto.

4. Apaziguam um dia difícil

Sempre que possa, adapte as fábulas aos desafios presentes dos seus filhos. Através das histórias e das suas alegorias, eles vão conseguir organizar o seu dia, rever comportamentos com amigos, colegas e familiares e refletir sobre atitudes e valores, sem ser preciso uma conversa séria com o pai e a mãe. Mais do que lhes apresentar desafios verdadeiros, as fábulas são uma excelente via para que as crianças consigam resolver seus conflitos do dia-a-dia.

5. Abrem a porta ao sonho (e ao sono)

Enquanto abrem a porta de um mundo encantado, as fábulas estimulam a mente dos pequenos e soltam a imaginação – qual a criança que não adora ouvir a história de um animal que fala e tem os mesmos problemas que ela? Além disso são normalmente curtas e diretas, fazendo com que elas entrem no sono rápido e com uma sensação de que o bem vence sempre.

Foto: Pinterest

Foto: Pinterest

Por Camila Moraes

 

Share Button